Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

CONSULTAS E ÓCULOS PARA SÍNDROME DE IRLEN SÃO CAROS???

Por: Débora Rossini


Oooopa! A inspiração para este post veio do seguinte fato: publiquei um post na minha fanpage ''Driblando e Vencendo a Síndrome de Irlen" e vi que, em poucos minutos que publiquei, teve um alcance bem grande!!! Como no facebook as postagens ''se perdem'' espacialmente na plataforma após um certo número de publicações (ficando difíceis de serem localizadas) e o tema deste texto é, ao meu ver, algo importante para ser lido, relido e compartilhado constantemente, então resolvi fazer uma outra versão do referido post aqui - mais voltado para o formato de um blog. =) 

Pois bem, galera. A grande pergunta que vira e mexe recebo dos internautas lá no facebook (na minha fanpage, e também no meu grupo de discussões ''Síndrome de Irlen, e Agora?") é a seguinte: 


''TRATAMENTO PARA SÍNDROME DE IRLEN, SOBRETUDO OS ÓCULOS, É MUITO CARO, NÃO É???" 

Mmmmm... Depende do ponto de vista, meu querido leitor! :-) Mesmo que você seja como a maioria de nós brasileiros - ou seja, que também não é rico e também tem de ralar para pagar as contas - tem como dar uma pensada (e repensada) sobre o assunto! Vamos lá:

Um dia desses, eu estava batendo um papo com um professor meu - e em um dado momento da conversa estávamos falando sobre hábitos de consumo da nossa sociedade. Aí falei: 

''-Pois bem, existem pessoas que REALMENTE tem dificuldades financeiras e dependem do Poder Público para, por exemplo, conseguir acesso a certos tratamentos de saúde - sendo, assim, a única alternativa para elas. Porém, no círculo de amizades de cada um de nós, tem muita gente que faz esse tipo de queixa (que está sem condições financeiras para pagar um tratamento de saúde), mas... observando seus hábitos, percebe-se que vira e mexe estão com roupas e sapatos novos, com gastos exorbitantes no cabeleireiro, comendo fora constantemente, passeando, viajando, mantendo mais de um carro na garagem, trocando de celular e carro todo ano... fica difícil entender a situação, não é mesmo?" 

Isto porque, na nossa sociedade, existem diversas pessoas que deixam de fazer coisas essenciais, alegando que não tem dinheiro para isso - mas gastam com coisas não-essenciais constantemente. 

Fico refletindo quando penso no tratamento para Síndrome de Irlen: É... realmente, o valor dos óculos não é baixo (afinal, eles envolvem uma tecnologia complexa e, além de tudo, não são fabricados no Brasil). Maaas... POR OUTRO LADO, se formos parar para pensar, o custo anual de um exemplar desses óculos sai mais BARATO que manter um CARRO extra durante um ano... sai mais BARATO que um iPhone top... sai mais barato do que a soma das sessões daquele tratamento capilar feito em salão ''badalado" (e que pode ser igualmente feito em um salão mais em conta, ou, dependendo do grau de facilidade, até em casa mesmo, aprendido por meio de videotutoriais no You Tube)... Não é verdade??? 

Vira-e-mexe posto lá na fanpage links que dão dicas de como poupar $$$ para comprar os óculos de Irlen, mesmo não ganhando um salário alto... (dê uma navegada por lá, e confira.) E a ideia é justamente ajudar os internautas, mostrando que, ao reajustar prioridades, É POSSÍVEL ter acesso a um tratamento de saúde que dá retorno e, sobretudo, MAIOR QUALIDADE DE VIDA!!! 

Então, internautas, vale a pena refletir: 

-"Precisa MESMO desse celular top, a ser trocado a cada lançamento?" 

-"Precisa MESMO dessa roupa nova e desse sapato novo que, na próxima estação ou coleção, serão jogados num canto qualquer do guarda-roupa?" 

-"Preciso MESMO de comer neste lugar top que todo mundo fala?" 

-"Preciso MESMO de ter esse carro?" 

-" Preciso MESMO de fazer todas as vontades do meu filho, em vez de explicar para ele o valor do dinheiro e como ele será o maior beneficiado ao ter os óculos?" 

-"Preciso MESMO de fazer passeios e viagens constantes todos os feriados?" 

-"Preciso MESMO de ir para aquele tanto de baladas e festas?"

-"Preciso MESMO de ir ao salão ou posso aprender a fazer tal procedimento - unhas, hidratação, ou mesmo cortes simples- em casa?" 

-"Preciso MESMO de ir àquele evento caríssimo?" 

-"Preciso dar este brinquedo tão caro para o meu filho, que, rapidamente, enjoará dele?" 

-"Preciso MESMO de fazer aquela festa de aniversário 'de arromba', com buffet e decoração caros, para uma criança que, muitas vezes, nem entende o significado de aquilo tudo? 


Há real necessidade disso tudo? Ou são apenas pendências emocionais não-resolvidas, ou vontade de simplesmente ''ostentar" para os outros, ou ''competir" com aquele parente ou amigo, buscando aprovação? Pergunte-se. Reflita. Ponha no papel um plano. Estipule metas. Cumpra. Na internet tem um monte de textos e tutoriais que ensinam isso... e de graça! :-D 
Isso requer disciplina, mas... compensa! Vamos nessa, pessoal?? :-D #Força!!! #VocêConsegue!!!! Trocando, substituindo, repensando coisas a serem adquiridas ou realizadas, dá para, mesmo com um salário mais modesto, encaixar os óculos de Irlen em seu orçamento. 

E se ainda assim ficar dispendioso, que tal colocar em prática aquele seu talento extra, para ganhar uma graninha extra? Artesanato, vendas diretas... E se os óculos de Irlen são para seu filho(a), e ele(a) já for um rapaz ou moça, que tal estimulá-lo(a) a ajudar nisso, também? Botando sua moça ou rapaz para vender bombons, dar aulas particulares de algo em que seja bom, ajudar a cuidar de alguma criança ou idoso, não só dá aquele turbo para juntar dinheiro para os óculos de Irlen - mas também estimula o senso de responsabilidade, maturidade e até mesmo autoestima/independência! =D 

E então: mesmo com o fato de que a maioria de nós brasileiros ''rala" para pagar as contas e não ganha um salário tão alto assim, você consegue agora responder a pergunta-título deste post, após ter lido este texto? Comente no espaço abaixo... ou bóra lá pro Facebook conversar mais! :-D 

LEIA TAMBÉM: 

Perguntas frequentes dos internautas, sobre Síndrome de Irlen
Existem outras marcas de óculos para corrigir Síndrome de Irlen? 
E quando os óculos de Síndrome de Irlen não corrigem tudo?

2 comentários:

  1. Debora: seus comentarios são muito interessantes e éh mesmo verdade: todos temos uma escala de prioridades segundo um conceito pessoal de custo e VALOR. Nestes tempos de economia desfavoravel com praticamente todo mundo precisando pesar o quanto e em que se investe, seria bom e mais inteligente valorizarmos EDUCAÇÃO e SAUDE em lugar de consumo de superfluos. Para quem precisa, o uso de oculos com lentes especiais éh muito mais util do que o consumo de bens superfluos que nos parecem "imprescindiveis". Depois, com nossa evolução acadêmica e profissional impulsionada pelo tratamento com filtros , ficara muito mais facil adquirir "objetos de grife" para nosso deleite pessoal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DISSE TUDO!!!! Excelente comentário!!!! Palmas, palmas, palmas!!!

      Fico feliz por gostar do conteúdo que escrevo. Muito obrigada! Grande abraço!!! :-)

      Excluir