Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

DICAS PARA QUEM TEM DEFICIÊNCIA VISUAL E MORA SOZINHO(A)!!!

Por: Débora Rossini

Oooopa! O post de hoje é compartilhar umas dicas bem legais que vieram à minha cabeça, depois de ler esta reportagem que está neste link aqui. Ela fala dos prejuízos que podem ocorrer na vida da galera que não enxerga (ou que enxerga pouco), caso não tenham orientação adequada para fazer as atividades do dia-a-dia e de se portar socialmente, naquilo que se convencionou chamar de ''bons modos''.
E, como sabemos, existem um monte de gente com deficiência visual que mora sozinho(a)! Seja por opção (busca por independência), seja por necessidade (mudança de cidade para estudar ou trabalhar) ou simplesmente porque não tem familiares para morar com ele(a). E aí? Como fazer para se virar em atividades e tarefas de cuidado pessoal que, tradicionalmente, dependem da visão? Você, querido leitor com deficiência visual, com certeza vai querer ter aparência e modos aceitáveis pelo povo que enxerga, né? 
Afinal, cá pra nós, mesmo que alguém que não enxergue ande impecável igual modelo, já tá sujeito infelizmente a sofrer discriminação... imagine se andar ''mal-ajambrado'' e comportar '' de qualquer jeito'', né? :-/ Então, seguem -se estas superdicas para dar um ''gás'' no seu convívio social!
Vamos lá? 
Se você tem a ''potência visual'' ruim, mas não tem uma pessoa vidente para ficar constantemente checando se sua roupa, cabelo e sapatos estão ok, minhas sugestões são estas: 
1 - Adote cortes de cabelo que são mais fáceis de pentear e de cuidar (assim como ter mais facilidade para verificar, pelo tato, se o penteado está em ordem, hehe.) Às vezes, um corte pode ser legal e estar na moda, e ser fácil para uma pessoa de visão normal cuidar, mas para um DV (deficiente visual) pode ser mais cansativo. Claro que isso não significa que o corte tem de ser ''sem graça e cafona'', hehehe! Mas tente conciliar o prático/confortável com seu gosto pessoal. ;-)
2 - Quanto às espinhas no rosto, para a galerinha deficiente visual que é mais jovem e sofre com elas: pelo tato, fica fácil de percebê-las e de passar o creme/loção antiacne, certo? Mas anote aí essa dica esperta: use a mão CONTRÁRIA à que você usa para ler em Braille. Explico o porquê: como esses produtos antiacne foram feitos para ressecar a pele (por motivo óbvio) eles trazem o efeito colateral de ressecar a pele das mãos, sobretudo a ponta dos dedos. E mão com pele ressecada dificulta um pouquinho na hora de ler em Braille (é como se um vidente ficasse com seus óculos meio embaçados ao ler um texto com os olhos, hehe). Por exemplo, se você lê Braille com a mão direita, reserve a ESQUERDA para passar seus produtos antiacne no rosto. E o contrário vale para quem for canhoto.
3 - Se você - que é cego ou tem baixa visão- , trabalha e usa uniformes, utilize este ponto a seu favor no dia-a-dia!!! Pelo menos, não tem de gastar tanto ''neurônio'' se perguntando se aquelas roupas estão combinando ou não, hehe. Apenas se lembre de ter uma pessoa de confiança, para, dentro de algumas semanas ou meses, checar se as peças de roupa estão ficando velhas e se é hora de substituí-las. O mesmo vale se você vai para a escola/faculdade e usa uniforme (tem faculdades que vendem a camisa de uniforme, de uso facultativo, que pode ser combinada com calças e sapatos do seu gosto.) Já abrevia um trabalho e tanto, né??
4 - Para guardar suas roupas de sair de casa, separe-as por categoria (social, informal, esportiva, etc) , por cor (aí vai ter de pedir a ajuda de um vidente, hehe), etiquetando tais informações em Braille ou letras grandes, para ficar fácil de localizar quando estiver sozinho(a). E deixe seu guarda-roupa sempre organizado, com tudo no mesmo lugar. A memorização das posições das roupas lhe ajudará um tantão!!!
5- SAPATOS: Importante saber o tipo de sapato adequado para cada ocasião , mas lembre-se (SOBRETUDO SE FOR MULHER!) que um sapato considerado ''fashion e bonito'', dependendo do modelo pode ser perigoso para você que tem deficiência visual. 
EXPLICO O PORQUÊ: sabe-se que há peculiaridades características da marcha (modo de andar) de uma pessoa com deficiência visual, que são diferentes do jeito de pessoas que enxergam. Do jeito que essas ruas estão esburacadas por aí, essas calçadas estão uma porcaria e a acessibilidade muitas vezes dá ''tchau'' pro cidadão, minha dica é escolher calçados que deem estabilidade ao andar e ao mesmo tempo proteja os pés. 
Suponhamos que você é uma mulher cega que queira usar sandálias: principalmente se não tiver muita prática em orientação e mobilidade, sugiro que deixe estes calçados para usar preferencialmente quando estiver acompanhada por alguém vidente -e mesmo assim se a caminhada a pé for curta (sabe aqueles trajetos nos quais 99% deles são de carro, ônibus, etc? Pois é.) Senão, o risco de chutar algo que a possa machucar, ou pisar em algo nojento que vá grudar em seus pés (éca!!!) pode ser significativo.
Caso vá andar sozinha, sugiro usar sapatos fechados, confortáveis. Tem muito sapato confortável e bonito por aí, mulherada, que vai te deixar linda!!! Acredite!!!
Outra recomendação que não posso deixar passar ''batida'' pra galera cega feminina é a questão dos SAPATOS DE SALTO. Gente, já vi mulheres cegas andando sozinhas de salto, e... pensei... pra quem enxerga já tem de ter cuidado dobrado (maior risco de tombo, queda, torcer o pé, etc),imagine para quem não enxerga (ou enxerga pouco) e, consequentemente, tá mais vulnerável aos riscos da má-conservação das ruas e calçadas??? Dica: opte por saltos mais baixos e grossos, e dê preferência a situações em que estiver acompanhada com um vidente e que as caminhadas sejam curtas.
Obs: Não tô querendo causar polêmica na ala feminina que tem problemas de visão, no que se refere à moda & estilo. Não fiquem bravas comigo, ok? A ideia é apenas diminuir os perrengues que toda pessoa com deficiência visual enfrenta, valorizando os quesitos conforto + praticidade+ segurança, sobretudo para quem mora sozinho, tem de sair sozinho por aí, e tem de fazer muita coisa sem a ajuda de um vidente, tá??? ;-)
6- Barba (para homens)... ih, aí me apertou, não manjo disso (kkkk). Mas conheço cegos que moram sozinhos, e que fazem a barba muito bem. Com técnicas de orientação espacial do próprio rosto, e um tato apurado, é possível ser independente na hora de barbear. Mas se sua intenção é ser um cara barbudão (existe gente que gosta desse estilo), aí não precisa de se preocupar com isto!
7- Maquiagem (para mulheres): Também não manjo de maquiagem para deficientes visuais, logo não posso dar as MINHAS dicas. Mas como sei que na internet tem gente que manja, então... transfiro a palavra a elas, hehehe! A blogueira Lúcia Fiorio, que tem deficiência visual, entende do assunto e dá dicas no blog dela, intitulado ''Beleza na Ponta dos Dedos'' . Outra internauta que entende disso é a Letícia Capato, autora da fanpage ''Inspirações de Uma Deficiente Visual'', no Facebook.

AGORA É COM VOCÊS, LEITORES - SOBRETUDO AQUELES QUE POSSUEM DEFICIÊNCIA VISUAL:
O que acharam das dicas dadas acima?
Têm alguma sugestão adicional, que não foi mencionada?
Ou, pelo contrário, discordam de algo e têm alguma bronca a dar? (Hehehe!!)
Contem aí na seção de comentários!!! Tô aguardando, galera!!! :-D

Nenhum comentário:

Postar um comentário