Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Estratégias de Sucesso Para Professores Que Têm Aluno(a) Com Síndrome de Irlen

Por: Débora Rossini

Oooopa! Na minha fanpage ''Driblando e Vencendo a Síndrome de Irlen'', compartilhei um texto bem interessante que trazia dicas para professores de alunos que possuem Síndrome de Irlen (SI). Só que ele estava em inglês... mas compartilhei assim mesmo, porque sei que tem muita gente que domina este idioma (ou, mesmo, que tenta pegar a ''ideia geral'' de um texto usando tradutores automáticos, que, apesar de não darem 100% de exatidão na tradução, ''quebram o galho'' na hora do aperto, hehehe.) Porém, mesmo assim, na parte destinada a comentários, uma leitora-internauta sugeriu: ''Seria interessante se postasse em português!"

Ok!!! Atendendo ao pedido que foi expresso pela leitora - mas que certamente pode também ter sido o ''desejo secreto'' (kkkkk!) de mais gente, passo para todos vocês, leitores, o texto traduzido por mim. Espero que gostem... e que seja útil para os educadores que possuem alunos com Síndrome de Irlen! ''Voilà''!!!  (Texto original em inglês: Clique aqui para acessá-lo.  )

'' O que é Síndrome de Irlen? 

Síndrome de Irlen é uma condição neurológica que afeta a forma como a informação visual é processada no córtex cerebral. Estudantes com Síndrome de Irlen são sensíveis à luz brilhante e com certas freqüências de luz. Essa sensibilidade é causada pelo excesso de estimulação das vias neuronais visuais,resultando em distorções ópticas, dores de cabeça e fadiga durante tarefas visuais (Wilkins, 1995, 2003).

Alunos com Síndrome de Irlen acham difícil se concentrar na leitura e/ou memorizar o que leram. Eles veem a tarefa de ler uma página de "cheia de texto" como uma tarefa que é extremamente desafiadora e desanimadora. Muitas vezes, eles precisam reler várias vezes para entender o texto. Esses alunos têm o potencial para aprender, mas o excesso de estimulação das vias neurais causadas pela sensibilidade à luz pode interferir com o processamento da informação visual. O resultado pode ser o seguinte: mesmo lendo uma passagem curta de texto, pode parecer ser uma tarefa intransponível. Em casos mais extremos, estudantes foram diagnosticados como tendo uma dificuldade de aprendizagem. Eles também são muitas vezes rotulados como preguiçosos, ou acusados de não estarem se esforçando o bastante.

Esta síndrome é reconhecida pelos profissionais?

Publicações recentes, como a revisão da literatura por Nandakumar e Leat (2008) e do estudo por Kruk, Sumbler e Willows (2008) reconheceram Síndrome de Irlen como condição válida - e recomendam o tratamento. Embora o distúrbio ainda não seja completamente compreendido, nos últimos anos o uso de imagens de ressonância magnética (MRI) tem aumentado significativamente nosso conhecimento de como esta síndrome afeta o cérebro.

O que pode ser feito para ajudar o aluno com Síndrome de Irlen?

• Alunos com Síndrome de Irlen são particularmente sensíveis à luz fluorescente em cima - e em relação às lâmpadas fluorescentes compactas. O ideal é o estudante próximo a uma janela que lhes permite beneficiar da luz natural. [NOTA FEITA POR MIM: Cada caso é um caso... se a intensidade da Síndrome de Irlen for severa, pode ser que ele queira ficar o mais longe possível de qualquer fonte de iluminação intensa, incluindo aí a janela, hehehe!] 

• Colocar o aluno em uma área mais escura da sala para ler, ou desligar as luzes, se possível. 

• Permitir que o aluno use óculos de sol ou um boné em sala de aula para reduzir a quantidade de situações em que entram luz nos olhos.

• Os retroprojetores emitem uma luz muito intensa. Certifique-se de que o aluno está sentado longe da luz com um ângulo de 45 graus; e, sempre que possível, apresente o texto em lâminas coloridas em vez daqueles com um fundo branco puro.

• As telas de computador também podem ser problemáticas; peça ao técnico de computador em sua escola para instalar "Screen Tinter Lite", que é um programa de software gratuito que permite que o aluno colorir o fundo de software Microsoft Office, como Word. Este programa não funciona em páginas de internet. [MEU PALPITE PESSOAL: Por experiência própria, os aplicativos SSOverlay e WebHelp Dyslexia trazem melhores resultados - incluindo aí a navegação web. Experimente um deles!!!] 

• Propor aos pais [dos estudantes, quando estes são crianças ou adolescentes]  que eles levem o aluno a um optometrista - para afastar a possibilidade de qualquer outro problemas físico.

• Evite, nos textos impressos ou projetados, apresentar grande quantidade de texto em uma pequena área do papel ou tela; evite também apresentação visualmente desorganizada.

• Dê o aluno mais tempo para ler, pois isso pode ser necessário para que eles para ganhar uma completa compreensão do texto.

• Alunos com Síndrome de Irlen geralmente percebem que eles podem ter um melhor desempenho de leitura e escrita quando se usa papel colorido [ou reciclado]. Peça ao aluno para relatar qual é a cor que lhe proporciona maior conforto visual, e use papeis nessas tonalidades quando for fornecer material fotocopiado ou impresso. 

• Permita que o aluno use uma régua ou dedo como um guia auxiliar durante a leitura.

• Dê tempo para o aluno para descansar os olhos, o que pode reduzir a frequência e gravidade de dores de cabeça e fadiga.

• Incentivar o aluno a usar um gravador de voz para gravar as suas notas, o que reduzirá a quantidade de textos que precisa ler enquanto estudar.

• Evitar exigir que o aluno sempre copie notas a partir do quadro. Isto é tarefa extremamente difícil para os alunos com Síndrome de Irlen.

• Esteja ciente de que o aluno pode ter dificuldade com a percepção de profundidade (ex: dificuldade de pegar uma bola; pode esbarrar com freqüência em objetos ou móveis).

• Papel gráfico, como o utilizado na matemática, pode causar distorções visuais em alunos com Síndrome de Irlen. Use somente com cuidado.

• Evite  fontes "do tipo serif" como Times New Roman; Arial ou Verdana são mais fáceis para o aluno ler. [MEU PALPITE: Letras que têm proporção de altura maior que a largura, do tipo compridas e estreitas - tais como ''Impact'' costumam ser as PIORES para ler! Cansam a visão para caramba, hehehe!] 

• Evite caracteres que são demasiado pequenos ou quantidade de texto muito densa em relação à area da superfície de leitura.

• Incentivar o uso de filtros Irlen® do aluno se tiverem sido prescritos.

• Desencorajar as atitudes negativas e comentários de outros alunos. Incentivar
discussões abertas sobre a Síndrome de Irlen, e as formas em que os colegas podem ajudar os afetados por este distúrbio de visão. 

Maiores informações, e referências podem ser encontradas em www.irlen.com ''
----
POSTS RELACIONADOS:
Dicas de como lidar com alguém com Síndrome de Irlen (para professores) 
Dicas de convivência para colegas de um(a) estudante com Síndrome de Irlen


Nenhum comentário:

Postar um comentário