Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

"Um Outro Olhar" !!!!!

Por: Débora Rossini

Ooooopa!!! Justamente hoje - 13 de dezembro, Dia do Deficiente Visual - estava eu na cantina da universidade, quando encontrei com o Paulo Vanderlei - que, além de colega, é colaborador eventual deste blog! Ele me disse que "tinha algo" para me mostrar e para ser abordado no "Sopa"!!!

Ele (como sempre, antenado nas notícias veiculadas pelos meios de comunicação) me mostrou uma fotocópia de uma reportagem, publicada na revista "Veja" do dia 19 de janeiro de 2011, cujo conteúdo pode ser lido clicando aqui.  Curioso é que, dias atrás, escrevi postagens abordando "dicas para quem é recém-deficiente visual" e "reações psicológicas à perda da visão"... Até comentei isso com o Paulo, enquanto eu lia o texto passado por ele, e verificava a pertinência com estes dois posts a que me refiro!!!

A reportagem que ele me mostrou fala de um executivo que perdeu a visão, num episódio de violência urbana numa grande cidade - e que teve de se "reinventar" para ir seguindo em frente com sua vida pessoal e profissional. Vamos à história: em agosto de 2008, Luiz Gustavo Lamac Assunção, então com 29 anos, estava saindo do trabalho - e dirigindo quando teve de parar o carro para atender a um telefonema no celular. Justamente nesse momento, um ladrão o abordou; Luiz Gustavo, então, se assustou e pisou no acelerador, para fugir do criminoso. O ladrão então atirou, e o projétil fez com que o jovem executivo ficasse cego.

A partir daí, tenta-se imaginar os desafios que o rapaz passou - principalmente do ponto de vista psicológico...! Além de ter de encarar a cegueira súbita (o que já dá um forte impacto emocional) ainda teria de lidar com o trauma da agressão, que resultou na falta de visão!

Segundo a reportagem, numa fase inicial, Lamac não aceitava de jeito nenhum sua nova condição de pessoa com deficiência visual (isto é comum principalmente para quem perde a visão de forma súbita) e tinha fortes esperanças de que, pelo menos, de um dos olhos pudesse voltar a enxergar. Só que isto não ocorreu! Mas nem por isso Lamac deixou de ir à luta! Ele, que trabalhava na construtora Odebrecht, como diretor de marketing, voltou a seu trabalho!!!

Isso mesmo: fez treinamento de Informática para Cegos, fez treinamento de Orientação & Mobilidade - e, de acordo com uma outra reportagem que encontrei aqui, a empresa em que ele trabalhava deu todo o suporte em sua reabilitação - possibilitando-lhe o treinamento em Informática Adaptada, em Locomoção com bengala... além do apoio de uma psicóloga para ajudar-lhe a lidar com seus traumas, medos e desafios...! Essa mesma psicóloga fez também um trabalho com as demais pessoas da empresa, a fim de prepará-las para lidar com o colega que, agora, estava em uma nova condição.

Lamac então se dedicou ao trabalho, foi promovido e ... lançou um livro contando tudo isso! O trauma, as dificuldades, os desafios, suas conquistas após ter ficado cego... tudo isso ele relata em sua obra, escrita com a parceria da psicóloga que o orientou na reabilitação ao trabalho! O referido livro é chamado "Um Outro Olhar", lançado pela Editora Gente, e possui 136 páginas.

Segundo a reportagem da revista Veja a que me referi no início deste texto, "Um Outro Olhar é um testemunho eloquente sobre a capacidade humana para adaptar-se as mais duras provações". A mesma reportagem termina assim: "As páginas iniciais (...) são verdadeiramente angustiantes. Mas este é, sobretudo, um livro sobre esperança. A mensagem básica é que a violência está lá fora - mas há algo em todos nós que resiste à brutalidade", escreveu o repórter Jerônimo Teixeira no texto da revista Veja.

Fica, então, como mensagem do "Sopa" neste 13 de Dezembro: a deficiência visual - sobretudo a adquirida, principalmente em situações como a descrita neste post- é algo que exige bastaaaante força emocional do indivíduo que está nessa condição. Porém, com força de vontade, dá para ir, pouco a pouco, contornando os obstáculos na vida pessoal e profissional... Não se desanime!!! FORÇA!!!!!!

E você, leitor? Já tinha ouvido falar do livro "Um Outro Olhar" antes? Se sim, já leu? Compartilhe suas impressões na seção de comentários abaixo!!! :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário