Imagem

Imagem
(Crédito da foto: www.santoscity.com.br)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Quais as Reações Psicológicas apresentadas pelos ''Recém-Deficientes-Visuais''?

Por: Débora Rossini

Ooooopa!!! Olha só que coincidência!!!! Dois dias depois de ter publicado aqui no “Sopa” o “Guia do Calouro no Mundo Não-Visual”, deparei-me, por acaso, com um texto no site do Instituto BenjaminConstant (IBC), abordando temática parecida!!! (Mas parece-me que esse texto que encontrei foi escrito bem antes da minha postagem, rirrirri!!!)  Intitulado “Reações Psicológicas à Perda da Visão”, o texto traz, de uma forma mais técnica, e escrita por profissional da área (psicóloga do IBC), quais as “coisas” que passam com mais frequência na cabeça da turma que, não importando o motivo, perde a capacidade de enxergar. Vale a pena dar uma conferida!!! Clique aqui para ler o material, que achei superbacana e bem explicativo!!! ;-)

Obviamente, não quer dizer que tuuuuuudo o que foi descrito no texto do site do IBC se aplica a tooooooooodas as pessoas que perdem a potência visual... certinho? Como cada ser humano é único, a presença ou ausência - bem como a intensidade de cada uma das características listadas- varia de pessoa para pessoa. Vale salientar que, inclusive, até depende do meio em que a pessoa vive! Suponhamos um indivíduo “recém-deficiente visual” que, na época em que enxergava, convivia bastante com deficientes visuais e tinha amizades estreitas com vários deles: é bastante provável que várias das características negativas listadas no texto possam se manifestar de forma mais “branda” - ou mesmo não se manifestarem...  justamente porque a pessoa já entende que há vida, sim, após a deficiência visual – e não vê a “coisa” tãããão incapacitante assim... (Ela apenas precisará se reorganizar mentalmente e funcionalmente para uma nova realidade repleta de desafios, encarados em “PRIMEIRA PESSOA”... mas aí, “faz parte” do processo, rerrerré!!!) 

Boa leitura! :-)

POSTAGEM RELACIONADA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário